Prehistoric Birds Of Brazil

4. Prehistoric Birds Of Brazil

AVES PRÉ-HISTÓRICAS DO BRASIL

A avifauna pré-histórica do Brasil deve ter sido fantástica - as poucas espécies reconhecidas como válidas até agora atestam a variedade das mesmas. A Paleontologia brasileira ( em especial o estudos das aves fósseis nativas)  ainda está se desenvolvendo e com a melhor exploração dos nossos sítios arqueológicos o número de espécies catalogadas deve aumentar muito (como exemplo, ver Mayr,G. 2011 - nova espécie descrita de ave terrestre de pequeno porte - Itaboravis elaphrocnemoides - ainda não a desenhei pois espero melhor definição sobre qual família de aves ela pertence - parece ser tipo seriema ou tinamídeo)
O achado de pena fóssil ("down feather") do período Cretáceo inicial na Formação lacustre da Bacia do Araripe, no nordeste do Brasil, é o mais antigo registro de fóssil ornitológico  do país.  Essa pena, de aspecto macio da região próxima da pele da ave, sugere evidência de termorregulação efetiva  e é a primeira prova de Aves do período Mesozoico no Brasil (ver referência abaixo, Kellner A.W.A. et al. ,1994) Em 2010  pesquisadores localizaram vários fósseis de aves primitivas do grupo Enantiornithes (grupo extinto de Aves onde a maioria possuía características primitivas, como bicos com dentes e garras nas asas, ao contrário dos Neornithes cujos representantes são as aves atuais) datados de cerca de 80 milhões de anos atrás, na região de Presidente Prudente, São Paulo - esses espécimes ainda não foram devidamente catalogados.
Quando as primeiras aves apareceram no período Jurássico houve forte concorrência com os pterossauros (répteis voadores contemporâneos dos dinossauros) durante boa parte do restante da era Mesozoica. Enquanto os pterossauros dominavam as regiões costeiras, as aves desenvolveram-se mais no interior dos continentes nesse período.
Exemplificando: a região de Niobara Chalk, cerca de 88 - 82 milhões de anos atrás,  era um mar interior que dividia a América do Norte e em seus sedimentos  foram encontrados 1100 fósseis de pterossauros e apenas algumas aves -  e e mesmo estas eram principalmente piscívoras mergulhadoras não voadoras; já nos depósitos de Jehol ( NE da China, nos estados de Liaoning, Hebei e região autônoma de Nei Mongol), 125 a 120 milhões de anos atrás,grande  região vulcânica no interior do continente, os achados de fósseis de aves sobrepujaram em muito os de pterossauros - cerca de 2000 aves (a maioria voadora) e apenas 140 pterossauros. No Brasil, na Formação Santana  Membro Romualdo no nordeste do país,região de laguna costeira na época, achados de 110 milhões de anos mostram cerca de 350 a 400 pterossauros e nenhuma ave. Somente após a extinção dos pterossauros ( que desapareceram junto com os dinossauros ) há cerca de 65 milhões de anos é que as aves dominaram  todos os ambientes. (Kellner, 2006; Papolio 2008)



PREHISTORIC BIRDS OF BRAZIL

The Brazilian prehistoric birds must have been fantastic, as the few valid species demonstrate. Brazilian Paleontology is still developing and as the local archaeological sites are being better exploited the number of avian fossil species should greatly increase (for example, see Mayr.G 2011 - the description of a new species of uncertain phylogenetic affinities ,the Itaboravis elaphrocnemoides - a tiny land bird perhaps of cariama's or tinamou's lineage - not yet drawn  by me).
An early Cretaceous down feather found in Araripe Basin, northeast Brazil, is the first proof of Mesozoic birds in the country, and its fluffy aspect suggests effective thermoregulation insulation (see reference below, Kellner A.W.A et al, 1994). In 2010  many Enantiornithes fossils were found at Presidente Prudente, São Paulo state - these birds were of a  sister group of the extant Neornithes and had (most of them) clawed hands and toothed bills; these birds probably lived there ca. 80 m.y.a. and still wait a correct description of the species involved (at least two different ones)
When the first bird species appeared on Earth in the Jurassic they had to cope with fierce competition with pterosaurs - during most of the rest of  Mesozoic era these flying reptiles were the dominant species in coastal areas while birds diversified in continental parts of the ancient world. Exemplifying: the sediments of the Niobara Chalk, an old sea that divided North America some 88 -82 m.y.a., showed more than 1100 pterosaur fossils against only a few, non-flying (diver) birds; in Jehol deposits , interior of NE China in Liaoning and Hebei states plus Nei Mongol autonomous region, 125 -120 m.y.a., there were plenty of birds (most with flying capacity) - about 2000 birds against 140 pterosaur fossils. In NE Brazil, at Formação Santana of Membro Romualdo, a coastal lagoon area 110 m.y.a., circa 350 to 400 pterosaur fossils were unearthed and no bird at all! Only after the pterosaur (together with most dinosaur species) extinction about 65 m.y.a. birds do take dominance of all environments. (Kellner, 2006; Papolio 2008).

                                           
                     Imagem  de  Itaboravis  elaphrocnemoides

Bibliografia (além de textos de periódicos citados nas descrições das espécies):

-Anelli, L.E. 2010  O Guia Completo dos Dinossauros do Brasil  Editora Peirópolis

-Alvarenga, H.  D. fragilis restudied: a  South American ratite closely related to Casuariidae . In: 25th INTERNATIONAL ORNITHOLOGICAL CONGRESS ,2010 , Campos do  Jordão


-Alvarenga,H.M.F.and  Olson ,S.L. 2004  A new genus of tiny condor from the Pleistocene of Brazil (Aves: Vulturidae) Proceedings of the Biological Society of Washington 117 (1) :1 -9 


-Alvarenga,H.M.F. and Guilherme,E. 2003. The Anhingas (Aves:Anhingidae) from the Upper Tertiary (Miocene- Pliocene) of Southwestern Amazonia . Journal of Vertebrate Paleontology 23 (3) 614-612


-Alvarenga,H.,  Britto,G.R.R., Migotto, R., Hubbe, A., Höfling,E.  2008. Pleistovulthur nevesi gen. et sp. nov. (Aves:Vulturidae) and the diversity of condors and vultures in South American Pleistocene  Ameghiana 45 (3) : 613-618.


-Baird,R.F. and Vickers-Rich,P. 1997.  Eutreptodactylus itaboraiensis gen. et. sp.nov., an early cuckoo (Aves: Cuculiformes) from the late Paleocene of Brazil. Alcheringa 21:123-127

-Charig, A. 1988 A new look at the dinosaurs  British Museum (Natural History)


-del Hoyo,J.,Elliott, A. & Christie, D.A. eds (2007). Handbook of the Birds of the World. Vol.12. Picathartes to Tits and Chickadees. Lynx Edicions,Barcelona


-Fuller, E.2000 Extinct Birds .Oxford University Press


-Hourde,P. and Haubold, H. 1987. Palaeotis weigelti restudied : a small middle Eocene Ostrich (Aves : Struthioniformes). Palaeovertebrata 17 (2) : 27 - 42


-Kellner, A.W.A., Maisey, J.G. & Campos, D.A. 1994. Fossil down feather from Lower Cretaceous of Brazil.   Palaeontology, 37 (3) 489- 492


-Kellner, A.2006 Pterossauros - Os senhores do céu do Brasil . Vieira & Lent Casa Editorial


-Mayr, G. 2001.A new specimen of the tiny Middle Eocene bird Gracilitarsus mirabilis (New Family: Graciliatrsidae) .The Condor 103: 78-84

-Mayr,G., Alvarenga,H. & Clarke,J.A. 2011. An Elaphrocnemus-like landbird and other avian remains from the late Paleocene of Brazil. Acta Palaeontologica Polonica 56 (X):xxx-xxx-doi:10.4202/app2010.0099

-Mayr,G., Alvarenga,H. & Mourer-Chauviré,C. 2011. Out  Of  Africa: Fossils  shed light on the  origins of the hoatzin , an iconic Neotropic bird. Naturwissenschaften  v.98,n.11,p 961-66


-Olson, L.S. and Alvarenga,H.M.F. 2002 A new genus of small teratorn from the middle Tertiary of the Taubaté Basin, Brazil  (Aves: Teratornitidae)  Proceedings of the Biological Society of Washington 115 (4) : 701-705.

-Papolio,C. 2011 Animales Prehistóricos de América del Sur  Quondam


-Papolio, C.  2008 Aves - Desde los dinosaurios a la actualidad  Quondam


-Sick, H. 1997 Ornitologia Brasileira .Rio de Janeiro, Nova Fronteira. 


====================================================================

Descrição das Principais Espécies  


  Order RHEIFORMES

  Family OPISTHODACTILIDAE



  Genus DIOGENORNIS  -  species: Diogenornis fragilis  Alvarenga ,1983

   Período Paleoceno
   Esta ave é uma das mais antigas ratitas conhecidas, pertencendo a uma família próxima à Casuariidae da  Australásia e mais distante da Rheidae sul-americana (da qual faz parte a ema), com fósseis da região de Itaboraí, Rio de Janeiro, datando de cerca de 55 milhões de anos atrás. Possuía cerca de 90 cm de altura. O  Diogenornis , junto com a paleoespécie europeia Palaeotis weigelti (um tipo de pequeno avestruz florestal fóssil),  parece ter bico primitivamente fino do  tipo dos Galiformes e não largo e achatado como o das emas e avestruzes atuais (estes têm bicos de evolução convergente). Uma  nova  análise  de  fósseis  de  diversos  indivíduos de D.  fragilis por  Alvarenga, 2010  revelou  que  diversas  características  dessa espécie  a  aproximam das atuais  Casuariidae da  região  australasiana (ou seja,  , D. fragilis é  muito  mais  relacionada  com os  casuares do  que  com as emas). Dentre as  características, a  maxila  estreita e  afinada na porção  distal e  hipotarso com reentrância  tendinal no lado medial  (ausente nas emas).Essas descobertas  sugerem intercâmbio transantártico  de  espécies  entre  a  América  do  Sul e  a  Austrália no período Cenozoico inicial.
  Paleocene
  This is one of the oldest known Ratite species, with fossils found at Itaboraí, Rio de Janeiro state, dated ca. 55 m.y.a. It reached about 90 centimeters (2,95 ft)  high, and its family is not so  close to the Rheidae (of the current Brazilian  species, the Greater Rhea) but to the Casuariidae of Australasia. .Like the European paleospecies Palaeotis weigelti  (a small forest-dweller fossil ostrich ) the Diogenornis had a primitively narrow Galliforme-like bill ,different of the extant rheas and ostrichs which have convergent evolutionary wide, flat bills. A restudy of many D. fragilis fossils  by H.Alvarenga  in 2010 has  shown  that these birds  are  closer to the  extant Casuariidae, with some findings like the maxilla narrow  and  pointed  and a noticeable tendinal groove in hypotarsus (not found in Rheas),among  other  interesting anatomical characters. These descriptions corroborates to the  transantarctic faunal interchanges between South America and Australia by the beginning of the Cenozoic era.


                                                      Diogenornis fragilis


= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =




Order ANSERIFORMES


Family ANHIMIDAE


Genus: CHAUNOIDES  -  species : Chaunoides antiquus Alvarenga 1999.


Oligoceno Tardio- Mioceno inicial
Espécie descrita a partir de vários ossos pós-craniais coletados nos sedimentos da bacia de Taubaté (São Paulo), sugerindo ser espécie de menor tamanho que a menor espécie atual, a Chauna chavaria. .Possuía também ossos menos pneumatizados.
Late Oligocene - Early Miocene
The description of this species was based upon several postcranial bones unearthed from Taubaté Basin, SE Brazil, suggesting it to be smaller than the smallest extant species, the Chauna chavaria, and had less pneumatized skeleton.


                                                      Chaunoides antiquus




= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = 

   Order  CATHARTIFORMES

   Family CATHARTIDAE

   Genus  BRASILOGYPS  -  species Brasilogyps faustoi  Alvarenga 1985
  
   Período Oligo-Mioceno
   É o mais antigo representante da família encontrado até agora na América do Sul, na bacia de Taubaté (SP), região onde na época em que esta espécie existiu havia extensas áreas lacustres que sofriam altas e baixas vazões periódicas - durante estas últimas muitos peixes morriam, atraindo  aves como Brasilogyps, que era um pouco maior que o urubu comum.Todas as espécies desta família e as da Teratornitidae (vide abaixo) eram provavelmente  necrófagas ,dependentes da grande diversidade de Mamíferos de grande porte com os quais conviveram cujos cadáveres lhes serviam de alimento.
   Oligo-Miocene
   This is the earliest member of its family found in South America to date , in Taubaté basin (São Paulo state) which was a lacustrine region with its shales indicating periodic wet and dry seasons - during the latter, many fishes died and soon attracted scavengers like Brasilogyps; this species was slightly larger than the extant black vulture.Apart of this fish diet all  extinct Cathartidae and Teratornitidae species were scavengers dependent on the  great diversity of large Mammals  that co-existed with them  .



                                                                    Brasilogyps faustoi


 = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = 


Genus PLEISTOVULTHUR -  species: Pleistovulthur nevesi Alvarenga 2008


Pleistoceno
Espécie recentemente descrita a partir de achados em depósitos pleistocênicos na Bahia (tibiotarso esquerdo, fragmento, da Gruta dos Brejões, Morro do Chapéu, BA) e em Minas Gerais (tibiotarso completo direito,da caverna Cuvieri, MG), deve ter sido muito semelhante ao atual condor-da-Califórnia porém bem menor.
Pleistocene
This recently described species, probably very similar to the Californian Condor but smalller,was found in Brejões Cave (Morro do Chapéu, Bahia state-  a  fragment of left tibiotarsus) and  in Cuvieri Cave (Matozinhos, Minas Gerais state - a complete right  tibiotarsus). 
                                                       


                                                           Pleistovulthur nevesi

 
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = 


Genus WINGEGYPS - species Wingegyps cartellei  Olson & Alvarenga 2004


Pleistoceno tardio - Holoceno inicial
Espécie descrita por neurocrânio arredondado e úmero coletados na Gruta dos Brejões , Município de Morro do Chapéu, BA., aspecto típico de condor -porém de tamanho pequeno: parece ter sido menor que o urubu-de-cabeça-amarela, a menor espécie atual da família.
Late Pleistocene- Early Holocene
Diagnosed as a small condor (even smaller than the tiny extant lesser-yellow-headed vulture, Cathartes burrowianus), with round neurocranium and humerus collected at Brejões Cave, Morro do Chapéu, Bahia state. 

                                                         Wingegyps cartellei
 



= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = 


Family  TERATORNITHIDAE


Genus  TAUBATORNIS   -  species: Taubatornis campbelli  Alvarenga 2002


Oligoceno superior - Mioceno inferior
Espécie descrita nos depósitos da Formação Tremembé, na bacia de Taubaté, São Paulo.É a mais antiga (cerca de 25 milhões de anos atrás)  espécie da família encontrada até agora, e a menor delas. As rochas sedimentares da Formação Tremembé indicam que essa área era lacustre e  possuía estações  úmidas e secas -  durante estas últimas havia grande mortandade de pequenos peixes que atraíam os Taubatornis e o já descrito Brasilogyps faustoi. Os teratornitídeos foram enormes aves necrófagas e  entre elas figura a maior ave voadora já identificada - o Argentavis magnificens do Mioceno tardio da Argentina, com cerca de 7,5 m de envergadura de asas.
Upper Oligocene- Lower Miocene
It  has been described from deposits of the Tremembé Formation, Taubaté basin, SE Brazil.This area was a lacustrine region and its shales indicate that it suffered alternating wet and dry seasons - during the latter, many small fishes died thus attracting scavengers like the Taubatornis and the described above Brasilogyps faustoi; Taubatornis was the oldest (ca. 25 m.y.a.) known teratorn, and the smallest  (the Family Teratornithidae is well known for many large scavenger birds -indeed, the largest flying bird knowm to date is a teratorn, the Argentavis magnificens from late Miocene of Argentina, with wingspan of ca. 24,61 ft ). 


                    Taubatornis campbelli disputando carcaça com Marsupial carnívoro tipo Borhyaena

               Taubatornis campbelli competing on carrion with a meat-eater Marsupial Borhyaena-like

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

  Order GRUIFORMES   (** pesquisas recentes agrupam os Phorusrhacidae na Ordem RALLIFORMES)


  Family: PHORUSRHACIDAE


Genus  PARAPHYSORNIS  -  species:  Paraphysornis brasiliensis  Alvarenga, 1982.

Período Oligoceno tardio/ Mioceno inicial
É uma das aves classificadas como "Terror Birds" - ou seja, "Aves do terror" pois diversas espécies de grande tamanho ,não voadoras, que ocorreram na América do Sul  (e uma espécie chegando a ocorrer na América do Norte, Titanis walleri) estavam entre os principais predadores de seu tempo, no topo da cadeia alimentar da época .A espécie mais conhecida é o Phorusrhacos sp. ( não ocorreu no Brasil), que possuía membros inferiores alongados sugerindo ter sido predador ativo perseguindo as presas na velocidade.
O Paraphysornis brasiliensis era ave com cerca de 2 metros de altura e bico volumoso, identificada por fóssil quase completo, com tarso-metatarso relativamente curto em comparação com Phorusrhacos sugerindo  não ser corredora (não perseguia presas),  provavelmente tendo hábitos necrófagos. Deve ter sido uma ave impressionante de se ver. Fóssil quase completo encontrado na região de Taubaté (estado de São Paulo).

Upper Oligocene/ Lower Miocene
**Many researchers place the Phorusrhacidae in Ralliformes order.
It's one of the "Terror Birds" - many South American large,flightless  top predators of their time (including a single North american species , Titanis walleri.). The most famous species is the Phorusrhacos sp. (not from Brazil) - it had long tarsometatarsus suggesting it to be an active predator chasing its prey with speed. But the Paraphysornis brasiliensis - a large, imposing bird  about 2 m (6,56 ft)  high , with massive beak - had relatively short tarsometatarsal bone suggesting it to be a scavenger. An almost complete fossil was found in Taubaté city (in São Paulo state, SE Brazil).


                                                       Paraphysornis brasiliensis




--------

Genus PALEOPSILOPTERUS    -   species:  Paleopsilopterus itaboraiensis  Alvarenga,1985 a

Período Paleoceno Médio 
Foi um tipo de seriema "anabolizada", muito robusto e mais pesado que a espécie atual. Fósseis da região de Itaboraí , Rio de Janeiro . Esta espécie parece ser o mais antigo representante dos Phorusrhacidae   até agora encontrado.
Middle Paleocene Period
It's a kind of "anabolized" cariama, very robust and heavier than the extant species. Fossils from Itaboraí, Rio de Janeiro. P. itaboraiensis  seems to be the earliest bird of  Phorusrhacidae family found so far.


                                                        Paleopsilopterus itaboraiensis


= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =


Order PELECANIFORMES

Family  ANHINGIDAE

Genus :MACRANHINGA  -  species:  Macranhinga ranzii     Alvarenga , 2003


Período : Mioceno médio/tardio
Encontrados fósseis às margens do rio Acre pertencendo à maior espécie de anhinga já identificada (no Brasil, há a espécie atual bem menor, a  biguatinga  Anhinga anhinga) : a M. ranzii , que deveria pesar cerca de 10kg e ter estatura próxima de 1,5 m (ou mais). Optei por desenhar a ave sugerindo ser não voadora - as asas   seriam, com a cauda,  favorecedoras de manobras aquáticas na perseguição aos peixes dos quais se alimentava -  creio não ter  tido necessidade do voo, também a desenhei com membros inferiores avantajados.
Para se ter uma ideia do enorme tamanho de M. ranzii pode-se ver as comparações do seu  tarso-metatarso (e outros ossos)  com espécies atuais e outras extintas na publicação acima ,que pode ser acessada pela internet, na íntegra, com as fotos dos fósseis  (Alvarenga, 2003)


Upper/Middle Miocene
This is the largest Anhinga species found to date - its fossils were collected on the banks of  Acre river (in Brazil Amazon area) .This enormous bird reached ca. 1,5 m (4,92 ft  ) tall and weighed about 10 kg. I opted for drawing it with short wings , long tail feathers and large hind limbs : a flightless appearance because those factors suggest it to be a bird extremely agile in pursuing fish - I think it simply had no need to fly.To get an idea of its very large size see the reference above ( Alvarenga, 2003) - it shows many comparative fossils of this species and other extinct large anhingas with bones of extant species - I think the Macranhinga ranzii tarsometatarsus is very  impressive .






                                                       Macranhinga ranzii



 = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

  Genus ANHINGA   -  species Anhinga minuta Alvarenga 2003

  Mioceno-Plioceno
  Esta é a menor espécie de anhinga descoberta até agora - apenas cerca de 50 cm  de comprimento total e cerca de 600 g de peso  (a espécie atual de anhinga pesa cerca de 1,5kg e tem cerca de 90 cm de comprimento).Foi encontrada na região de Bandeira, nos depósitos do rio Acre.(N do Brasil).Eu a desenhei sugerindo ser não voadora com asas vestigiais.
  Miocene-Pliocene
  This is the smallest of the anhingas - about 50 cm(1,64 ft) in lenght and weighed ca. 1,62 lb (the extant anhinga from Brazil measures 2,95 ft  lenght and weighs about  3.31 lb); it has been  found in Bandeira region, in the river Acre sediments North of Brazil.I drew it with a flightless aspect with vestigial wings.




                                                                      Anhinga minuta

 = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

   Order: PHOENICOPTERIFORMES

   Family : PALAEOLODIDAE

    Genus: PALAELODUS   -  species: Palaelodus  cf  ambiguus 
    Oligo-mioceno
    Semelhantes a flamingos de tarso-metatarso curto, pescoço muito longo e bico menos curvo que as espécies atuais de flamingos; fósseis do gênero foram encontrados em praticamente todos os continentes; no Brasil, encontrados na bacia de Taubaté, parecem muito semelhantes ao P. ambiguus encontrado na Europa mas podendo ser espécie diferente desta.Parece que os Palaelodus eram bons mergulhadores e nidificavam  em colônias mistas com outras espécies da mesma Ordem em locais propícios.Provavelmente planctonívoros.    Oligo-Miocene. Species resembles the flamingoes but with short tarsometatarsus, long neck and bill less decurved ; this fossil genus was found in many parts of the world and the species found in Brazil may be a new one.Perhaps the Palaelodus were adapted to swimming and have been colonial birds nesting with other members of the Phoenicopteriformes at proper sites.  Probably planktonivores. 



                                                            Palaelodus cf ambiguus


= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

      Family : PHOENICOPTERIDAE

      Genus  AGNOPTERUS

      species  Agnopterus  sicki Alvarenga 1990

       Oligo-Mioceno
       Flamingo fóssil da bacia de Taubaté  (São Paulo), com outras espécies  do gênero conhecidas por fósseis encontrados na França e no Cazaquistão. Optei por desenhá-lo com bico um pouco mais afinado e longo que as espécies atuais.
      Oligo-Miocene
      A fossil flamingo from Taubaté basin (SE Brazil)- there are two other forms of the same genus found in France and Cazaquistan .I chose to draw it with a slightly slim and a little long beak.
      
                                                      Agnopterus sicki




= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
 Order GALLIFORMES

  Family QUERCYMEGAPODIIDAE

  Genus AMERIPODIUS -  species :  Ameripodius silvasantosi Alvarenga 1995a

   Oligo-Mioceno
   Encontrada impressão fossilizada nos folhelhos da bacia de Taubaté (São Paulo), de pequeno porte; parentesco provável com espécies encontradas na França da mesma família (região de Quercy) também assemelha-se aos atuais  Megapodidae  que convergiram evolutivamente características da família Quercymegapodiidae. Optei por desenhá-la como um pequeno megápode com bico mais alongado e corpo compacto.
   Oligo-Miocene
   This species' fossils were found in Taubaté basin (SE Brazil), small bird probably from the Quercymegapodiidae ( the  similar extant family  Megapodiidae of Australasia had a evolutionary convergence with the latter) which was descripted from Quercy region of France.I chose to draw it like a small megapode with long beak and compact body.

 

                                                          Ameripodius silvasantosi

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Genus  : TAUBACREX  -  species:  Taubacrex granivora  Alvarenga 1988

Oligoceno tardio- Mioceno inicial
Espécie descrita dos folhelhos de Taubaté em 1988 inicialmente como pertencente à Família Rallidae, depois realocada para Família Quercymegapodiidae após reavaliação por Mourer-Chauviré (2000) pelo formato do osso coracoide , mais semelhante à família onde se classifica atualmente. O fóssil de Taubaté é um dos mais antigos registros de gastrólitos de Galiformes (a imagem fossilizada do exemplar mostra pequenas pedras ingeridas junto com sementes quando a ave estava viva).Escolhi por desenhá-la como uma mistura de saracura com megápode com bico forte adaptado à dieta de sementes.
Late Oligocene-Early Miocene
This specie was described initially as a Rallidae in 1988 in the Taubaté Basin, SE Brazil and further reclassified as a Galliforme , family Quercymegapodiidae by Mourer-Chauviré (2000) by affinities of the shape of  its corachoid bone with the latter Family. Its fossil is one of the earliest records of gastroliths in Galliformes (with small seeds and pebbles ingested during the bird's life).I chose to draw it like a rail-megapode mix  plus a strong beak for its seed eating habits.



                                                      Taubacrex  granivora

===============================================================

Order  OPISTHOCOMIFORMES

     Family  OPISTHOCOMIDAE

     Genus  HOAZINAVIS    species:  Hoazinavis  lacustris    Mayr  2011
     
     Período  Oligoceno  Tardio - Mioceno  Inicial
     Descoberto  fóssil  na  região  de  Tremembé ,São  Paulo.Parece  ser  a  ave mais  antiga  semelhante  à  atual  cigana (Opisthocomus hoatzin). Ainda não há  consenso sobre  as  ordens  de Aves  com maior  afinidade  com as  ciganas -  estudos  recentes  sugerem  possível origem  africana, com similaridades  com os  turacos  (família  Musophagidae).  Fósseis  africanos de  ave  semelhante (Namibiavis senutae) , de  cerca  de  17 milhões  de  anos,  embora  mais  recente  que  a  Hoazinavis , parecem  sugerir  que  espécies  com características  da  cigana  realizaram  travessia  transatlântica em imensas "ilhas"  de  vegetação  flutuante saídas da  costa  atlântica  da  África  e  chegaram à América  do  Sul  (essa  teoria  aplica-se  também  aos  roedores  cavimorfos e  macacos  platirrinos).  
  Late  Oligocene - Early Miocene
  A  2011 fossil  described   from  Tremembé , São  Paulo state. It seems  to  be  the  earliest hoatzin-like bird.  The  real affinities of the  Opisthocomidae aren't very  clear - recent studies  suggest close  affinities  with the  african  turacos (Musophagidae),  with  fossils  of a  species - Namibiavis  senutae - strongly  suggesting also  an african origin of  the  hoatzin - perhaps  hoatzin-like birds once  lived on the vegetation bordering large african  rivers and  on occasion  some of them were  caught  in immense rafts  of vegetation after large floodings dispersing westwards to  colonise South  America  (this  theory is also proposed   for south-american colonization of the  cavimorph rodents and platyrrhine  monkeys of african origin)






            Hoazinavis lacustris

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
     Order CUCULIFORMES

     Family  CUCULIDAE

     Genus  EUTREPTODACTYLUS   species: Eutreptodactylus itaboraiensis Baird & Vickers-Rich 1997
    
    Período Paleoceno tardio
    Ao que parece este é o mais antigo representante da família dos cucos reconhecido até agora. O fóssil mostra provável zigodactilia .Proveniente da região de Itaboraí , SE do Brasil. A inclusão desta espécie na família Cuculidae ainda é questionada - as características do único tarso-metatarso encontrado (que se perdeu antes mesmo da publicação da descrição da espécie) são semelhantes às das espécies da extinta família Sylphornithidae do Eoceno médio da França.Mesmo assim, optei por desenhar E. itaboraiensis como sendo um cuco primitivo.
    Late Paleocene - possibly the oldest known species of the cuckoo family, with semizigodactyl feet. The fossil was found at Itaboraí, SE Brazil. Its classification under Cuculidae isn't a consensus - it may even be a member of the extinct Family Sylphornithidae from the middle Eocene of France for similar characteristics of  the tarsometatarsus display .The only incomplete tarsometatarsus of E. itaboraiensis was lost before the description of the species. Even so, I chose to draw it like a primitive cuckoo. ( see  Baird, R.F. 1997 and  Mayr,G. 2001 ) 



                                                      Eutreptodactylus itaboraiensis



= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =